Frase da Semana:

Seu Portal de Informação Sobre Educação!

“Não basta ser apenas professor, é preciso ser mestre na arte de ensinar". (Autor Desconhecido)

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

É campeão! Medalha de ouro na WordSkill é recebido com festa em Mossoró


Jackielyson Ferreira, 20 anos, medalha de ouro na WordSkills São Paulo, na modalidade Soldagem, foi recebido com muita festa, ontem, 19, por familiares, estudantes e diretores do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) de Mossoró.
A recepção aconteceu nas dependências da instituição na cidade e reafirmou o potencial do Senai no ensino profissionalizante.
O mossoroense foi o único representante do Rio Grande do Norte na disputa. A delegação brasileira também era composta por mais 55 participantes.
Em homenagem a Jackielyson, foi descerrada uma placa com a foto do competidor, que agora ficará exposta na Galeria dos Campeões da unidade. “Agradeço à minha família e a todos do Senai. Na competição, eu estava nervoso para mostrar meu trabalho, mas estava confiante. É inexplicável a sensação de ser campeão mundial”, declarou Jackielyson.
A mãe de Jackielyson, Fátima Ferreira, não soube explicar a alegria de ver o filho sagrar-se campeão da competição. “Não sei explicar o sentimento. Gritei, esperneei, quando soube que ele tinha ganhado a medalha de ouro. Só quem é mãe sabe. É um sentimento de vitória. Sonho de filho é sonho de mãe. Meu filho é vencedor na vida e na área em que ele atua”, expressou.
Ao chegar ao Senai, o competidor agarrou-se ao filho Douglas, de apenas três anos, com o qual externou a felicidade de possibilitar a vitória ao Estado. Ana Carolina, esposa de Jackielyson, lembrou da trajetória do campeão. “Acompanho desde o início. Desde o começo do ano, ele viaja para se preparar. O mais difícil é ficar longe da família. Ele deu o melhor dele, e veio a recompensa”, declarou.
Francisco Moreira, diretor do Senai-Mossoró, falou sobre o avanço da educação profissional. “Tudo de melhor na área da soldagem está aqui no Senai em Mossoró. O país está promovendo a capacitação profissional. Agora, o Brasil mostra que pode se destacar”, disse.
O mossoroense foi o único representante do Rio Grande do Norte na disputa. (Foto: Cedida)
O mossoroense foi o único representante do Rio Grande do Norte na disputa. (Foto: Ednilto Neves)
O competidor potiguar disputou o ouro com outros 39 participantes de diferentes países, entre eles a Coreia do Sul, vencedora da WorldSkills 2013 na mesma ocupação.
Na Soldagem, foram 18 horas de provas, distribuídas em três atividades de cinco horas e outra com duração inferior – 3 horas. Foram dias intensos e que exigiram muita dedicação. O desempenho dos competidores foi acompanhado por avaliadores que, ao fim da disputa, definiram o vencedor da modalidade, resultado anunciado no domingo passado, 16.
A competição ocupou 213 mil metros quadrados do Anhembi Parque, abrangendo Pavilhão de Exposições, Sambódromo e Palácio de Convenções. Essa foi a primeira vez na história do Anhembi que um evento ocupou as três áreas simultaneamente.
Mais de 1.200 alunos do ensino profissional de todo o mundo vieram para demonstrar suas habilidades e competir para tornar-se o melhor do mundo na WorldSkills São Paulo 2015. A edição foi organizada pelo Senai e reuniu competidores de 59 países em 50 ocupações técnicas da indústria e do setor de serviços, como robótica, tornearia, desenho mecânico, soldagem, construção de moldes, eletricidade industrial, webdesign e confeitaria. As provas eram compostas por atividades compatíveis com o que é desenvolvido no mercado profissional.
Natal
Jackielyson chegou na terça-feira passada, 18, a Natal, após a conquista na Worldskills. O competidor foi recepcionado por professores e alunos no Aeroporto Internacional Aluízio Alves. Ao sair do aeroporto, Jackielyson seguiu para Casa da Indústria, onde foi recepcionado pela diretora-regional do Senai-RN, Roseanne Albuquerque; o diretor de operações, Emerson Batista; as gerentes Simone Oliveira e Etiene Lima; e os diretores das escolas.
“A sua conquista reflete um trabalho de equipe muito forte. Todos nós estamos muito felizes com esta medalha. Ela mostra que estamos no caminho certo”, disse Roseanne Albuquerque.
Medalhistas
A cerimônia aconteceu na noite de domingo, 16, no Ginásio Ibirapuera, em São Paulo. As provas foram realizadas de 12 a 15 deste mês, no Anhembi Parque, também na capital paulista. Além de Jackielyson, outros 10 brasileiros atingiram o posto de número 1º entre os participantes das 50 ocupações existentes no evento. Uma mistura de sentimentos permeou a solenidade. O entusiasmo dos jovens competidores se alternava com a emoção de cada participante que alcançava o propósito de receber a medalha.
No total, os competidores do Brasil, treinados pelo Senai e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), bateram um recorde histórico ao conquistar 27 medalhas: 11 de ouro, 10 de prata e 6 de bronze, além de 18 certificados de excelência. No ranking de pontos totais, o time brasileiro ficou no lugar mais alto do pódio.
Esse ranking soma a pontuação que os competidores de cada delegação obtiveram nos desafios. É o melhor desempenho do Brasil desde que começou a participar da competição, em 1983.
As medalhas de ouro foram alcançadas nas modalidades Aplicação de Revestimento Cerâmico, Caldeiraria, Desenho Mecânico em CAD, Instalações Elétricas Prediais, Joalheria, Polimecânica e Automação, Soldagem, Tecnologia Automotiva, Tecnologia da Moda, Tecnologia de Mídia Impressa e Web Design.
As medalhas de prata foram destinadas aos competidores das ocupações: Construção de Estruturas Metálicas, Construção em Alvenaria, Design Gráfico, Engenharia de Moldes para Polímeros, Escultura em Pedra, Marcenaria de Estruturas, Mecatrônica, Panificação, Redes de Cabeamento Estruturado, Tornearia a CNC. Já o bronze ficou com as modalidades Construção de Estruturas para Concreto, Eletrônica, Manufatura Integrada, Manutenção Industrial, Cozinha e Serviço de Restaurante.
Créditos: Gazeta do Oeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário